• Santa Rosa do Sul

    MIN 18ºMAX 20º
  • Araranguá

    MIN 15ºMAX 21º
  • Sombrio

    MIN 16ºMAX 20º
  • Balneário Gaivota

    MIN 16ºMAX 20º
  • Balneário Arroio do Silva

    MIN 18ºMAX 20º
  • Jacinto Machado

    MIN 13ºMAX 22º
Ver mais

Esportes

13/09/2018  às 14hs51

Uendel concede entrevista e fala sobre sua herança colorada

Família do atleta mora em Sombrio


Foto: Ricardo Duarte/Inter

Foto: Ricardo Duarte/Inter


Muita gente conhece Uendel pelo que o lateral fez no Corinthians. Mas o que poucos sabem é que no fundo do peito sempre bateu um coração colorado.Por herança do pai, seu Osni, hoje com 64 anos, antes mesmo de vestir a camisa do Criciúma nas categorias de base o lateral-esquerdo de 29 anos fardava-se de vermelho e branco.

"Foi a primeira camisa que eu tive", contou o jogador, em entrevista exclusiva ao UOL Esporte. Morador de Sombrio, o pai é torcedor fanático do Colorado (na foto ao lado). Frequentava o Beira-Rio no setor mais barato, a "coreia", correspondente da geral em outros estádios. Acompanhou de perto os títulos do Brasileiro dos anos 1970.

"Ele me conta que acompanhou o tricampeonato invicto, era fã do Falcão, do Valdomiro, que é de Criciúma. Sempre foi o time da minha família", revelou. Por isso, a alegria maior até então foi ver o filho com a camisa do Inter. O que pesou até na escolha de deixar o Corinthians no início de 2017, de onde vinha de uma temporada como titular, para apostar na reconstrução do Inter iniciada na Série B. Agora os sonhos estão atualizados e podem até vir no fim do ano com título Brasileiro.

Eleito por Odair Hellmann como 'Fundamental ao grupo e peça-chave no crescimento de Iago", o lateral falou sobre a participação também na arrancada de Arana no Corinthians, a assistência no Gre-Nal e os planos para o futuro.Confira a entrevista exclusiva ao UOL Esporte clicando aqui.


*Com informações do UOL Esportes