• Sombrio

    MIN 16ºMAX 26º
  • Santa Rosa do Sul

    MIN 18ºMAX 24º
  • Balneário Arroio do Silva

    MIN 18ºMAX 25º
  • Jacinto Machado

    MIN 13ºMAX 29º
  • Araranguá

    MIN 16ºMAX 27º
  • Balneário Gaivota

    MIN 16ºMAX 26º
Ver mais

Região

05/11/2017  às 21hs52

Obras na Ponte Hercílio Luz entram em uma nova etapa

Ponte receberá cerca de 2 mil toneladas de metal novo


Foto: James Tavares

Foto: James Tavares


As obras de restauração da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, estão avançando para uma nova etapa. Já foram concluídos os cortes dos 28 cabos pendurais do lado continental e do lado insular. Na próxima segunda-feira, 6, começam a ser cortados os cabos das barras de olhal. A primeira operação dos novos cortes está programada para começar às 22h, junto ao maciço de ancoragem do lado continental.

O engenheiro fiscal da obra, Wenceslau Diotallévy, explica que a nova operação não exigirá alteração de trânsito nas rodovias. Será fechado apenas o tráfego de embarcações abaixo da ponte. A operação só será cancelada em caso de ocorrência de chuvas ou ventos fortes.

Após os cortes dos cabos, começarão a ser retiradas as próprias barras de olhal, processo que vai transformar o visual do cartão postal catarinense. Os trabalhos de restauração da Ponte Hercílio Luz estão sendo realizados pela empresa Teixeira Duarte, contratada pelo Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) do Governo de Santa Catarina.

“Estamos muito satisfeitos com os avanços até agora. Cada nova etapa é um passo importante. Esta é uma obra de grande complexidade. Mas temos o envolvimento de uma equipe profissional competente e com tecnologia de ponta, o que nos dá muita confiança”, destaca o governador Raimundo Colombo.

Depois da retirada das peças antigas, ainda serão realizados trabalhos intermediários e, então, a montagem da nova estrutura. A ponte receberá cerca de 2 mil toneladas de metal novo, o que representa aproximadamente 40% da atual estrutura. Muitas das novas peças, fabricadas no Brasil e no exterior, já foram compradas e estão em depósitos no canteiro de obras. A conclusão da restauração está prevista para o final de 2018.

“Todos os envolvidos estão trabalhando para entregar o quanto antes esta importante obra, que além de resgatar um patrimônio histórico, vai proporcionar um extraordinário ganho em mobilidade urbana”, acrescentou Colombo.