• Araranguá

    MIN 15ºMAX 27º
  • Santa Rosa do Sul

    MIN 17ºMAX 22º
  • Balneário Gaivota

    MIN 15ºMAX 26º
  • Balneário Arroio do Silva

    MIN 16ºMAX 23º
  • Sombrio

    MIN 15ºMAX 26º
  • Jacinto Machado

    MIN 13ºMAX 31º
Ver mais

Economia

17/10/2017  às 10hs31

Nova rota de navios da Ásia dobra movimentação de contêineres

Meta é chegar a 750 unidades por escala até o fim do ano


Foto: Divulgação

Foto: Divulgação


O primeiro mês de operação da nova escala de navios da Ásia no Porto de Imbituba apresenta números animadores: cumprindo a meta de um serviço por semana, ao todo, cinco grandes embarcações com destino ao continente asiático passaram por Imbituba nos últimos 30 dias, dobrando a movimentação mensal de contêineres no porto. Apenas a Linha Ásia movimentou 2.577 TEU (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés), uma média superior a 500 TEU por escala.

Entre as principais cargas exportadas estão a carne de frango, o polietileno e a farinha de miudezas (utilizada na preparação de alimento de animais). Na importação, o ferro fundido e o polipropileno ficaram à frente. Os resultados da linha de longo curso e da cabotagem (navegação na costa brasileira), de janeiro a setembro de 2017, apontam um crescimento prévio anual de 22,6% na movimentação de contêineres no Porto de Imbituba em relação a 2016. Já o faturamento da operação deste tipo de carga cresceu 65% de agosto para setembro, com o início da Rota Ásia.

O diretor-presidente da SCPar Porto de Imbituba, Rogério Pupo, avalia que o primeiro mês de operação da nova escala já demonstra uma perspectiva extremamente otimista para o crescimento e continuidade do serviço. “Esses números confirmam que a Linha Ásia veio para ficar e também nossas perspectivas de dobrar a movimentação de contêineres em Imbituba ainda este ano”, ressalta Pupo.

A Linha Ásia

Anunciada em 23 de junho deste ano, a nova linha é considerada uma conquista da comunidade portuária de Imbituba (SCPar Porto de Imbituba, Santos Brasil, sindicatos, ACIM, Facisc, práticos, rebocadores etc.), que vinha trabalhando em conjunto há aproximadamente dois anos para atrair a escala. O serviço de longo curso é formado por uma joint venture de oito armadores: Hamburg Sud; Hapag-Lloyd; Hyundai; NYK; ZIM; CMA CGM; Cosco e Evergreen.

A escala semanal conta com 13 embarcações porta-contêineres e atravessa 19 portos entre a América do Sul e a Ásia. O tempo médio de trânsito até a Coreia do Sul, destino final da rota, é de 45 dias. O primeiro navio chegou em Imbituba no dia 5 de setembro. Com a infraestrutura atual e capacidade de movimentar até 500 mil TEU por ano, a Linha Ásia aproxima ainda mais Imbituba de grandes mercados produtores e consumidores.