• Balneário Arroio do Silva

    MIN 17ºMAX 20º
  • Balneário Gaivota

    MIN 16ºMAX 20º
  • Sombrio

    MIN 16ºMAX 20º
  • Jacinto Machado

    MIN 14ºMAX 21º
  • Araranguá

    MIN 16ºMAX 20º
  • Santa Rosa do Sul

    MIN 17ºMAX 19º
Ver mais

Região

21/08/2017  às 10hs50

Morre Zé Diabo, artista que pintou igreja de Sombrio

Arte de luto


Foto: Lucas Colombo

Foto: Lucas Colombo


O escultor, artista plástico e autodidata José Fernandes, de 87 anos, conhecido popularmente como Zé Diabo, faleceu na madrugada desta segunda-feira, dia 21, em Orleans. Zé Diabo estava internado na Fundação Hospitalar Santa Otília e faleceu por problemas cardíacos e consequências do Alzheimer. O velório acontece a partir das 10 horas de hoje, na Capela Mortuária do Cemitério Municipal São José. Ele deixa esposa, três filhos e cinco netos.

Sua maior obra começou em 1980 e foi entregue oito anos, as esculturas do paredão, próximo ao Centro de Orleans, ocupam 200 metros de área esculpida. Deixou pinturas de passagens bíblicas também em igrejas de Orleans, Lauro Müller, Grão Pará, Nova Veneza, Urussanga e Sombrio.

“Tentei escrever na areia, não deu certo, a onda apagou tudo. Tentei na água ela não aceitou, engoliu todas as vírgulas e pontos de interrogação. Experimentei no papel, mas ele se recusou dizendo que nele só escreviam pessoas letradas, e eu não era. Pensei então em escrever no ar, mas este é invisível, logo não se veriam as letras. Então recorri ao fogo, mas ele foi cruel e queimou tudo. Comecei a ficar desesperado, eu tinha que escrever algum recado para o povo, eu sentia que era preciso. Foi então, que me lembrei da pedra. Deu certo, ela aceitou” (José Fernandes, Zé Diabo).



*Com informações do portal Engeplus