• Jacinto Machado

    MIN 16ºMAX 19º
  • Balneário Gaivota

    MIN 18ºMAX 19º
  • Santa Rosa do Sul

    MIN ºMAX º
  • Araranguá

    MIN 17ºMAX 19º
  • Balneário Arroio do Silva

    MIN 18ºMAX 19º
  • Sombrio

    MIN 18ºMAX 19º
Ver mais

Região

29/08/2017  às 22hs02

Encerramento das atividades da JBS de Morro Grande é tema de audiência


Foto: Jeferson Baldo/ GVG

Foto: Jeferson Baldo/ GVG


Uma comissão formada por lideranças do Sul participou na tarde desta terça-feira, 29, de uma audiência com o vice-governador Eduardo Pinho Moreira em Florianópolis. A reunião foi motivada pela preocupação com o anúncio da empresa JBS do encerramento do abate de aves na unidade de Morro Grande, que trará impacto socioeconômico negativo a toda a região.

Segundo o secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá, Heriberto Afonso Schmidt e o presidente da Associação de Municípios do Extremo-Sul (Amesc), Valdionir Rocha, a JBS emprega diretamente 720 profissionais de vários municípios. Com o fechamento, 13 milhões de frangos deixarão de ser abatidos por ano, trazendo reflexos ainda no fechamento de mais de 100 aviários.

Durante a reunião, o vice-governador fez um primeiro contato com o representante da JBS em Santa Catarina, que ficou de ir à região conversar com prefeitos, governador e vice-governador. Antes disso, Eduardo Moreira deverá conversar pessoalmente com o representante da empresa em São Paulo, aproveitando uma agenda que deverá ocorrer na próxima semana.

O secretário executivo da ADR Araranguá se diz preocupado com os impactos. “Um grande passo foi dado. Esperamos que a empresa reconsidere este prazo de fechamento anunciado para outubro, e aguardamos em conjunto buscar uma possível alternativa. Estamos preocupados com esta grande perda para a região, porque a avicultura é uma das atividades que mais traz retorno de ICMS aos municípios”, disse Schmidt.

Para o presidente da Amesc, prefeito de Morro Grande, Valdionir Rocha, a audiência foi positiva. “Queremos manter os empregos e toda cadeia produtiva. Repassamos ao vice-governador a importância de uma empresa deste porte aqui no Sul, que movimenta R$ 183 milhões e representa 87% da riqueza de Morro Grande. Esperamos que juntos, possamos encontrar uma saída”, disse.